Imagine Hot Liam



Eu estou nervosa, é claro que estou, eu nunca fiz uma coisa como essas, nem ao menos parecida, mas eu confio em Liam e aceitei fazer parte disso e de seu estilo de vida. É como dizem, trate ela como uma rainha e foda ela como uma vadia. Não que eu tenha algum fetiche nesse tipo de coisa, mas a vida as vezes pede que nos arrisquemos a uma experiencia nova, então aqui estou eu: apenas de calcinha, ajoelhada em cima da cama, esperando o meu homem, Liam.
-Vejo que já esta pronta.- disse Liam me tirando de meus pensamentos.
Ele estava especialmente delicioso, com uma calça jeans desbotada e rasgada que pendia em seus quadris deixando exposto seu adomem sarado e seu caminho da felicidade. Droga, eu quero passar a língua ali. Analisei toda sua fisionomia. Cabelos bagunçados, descalço, ombros e costas largas e um sorriso estampado em seu rosto capaz de fazer qualquer mulher ficar com a calcinha quente. Abaixei a cabeça novamente, esse homem nem me tocou, e já me fez ficar encharcada. Ele caminhou lentamente até mim, ele parecia muito confortável consigo mesmo, talvez seja porque ele sabe o que esta causando em meu corpo ou talvez porque sabe o efeito que sempre causou em mim.
-Esta com medo baby?- disse ele em sussurro e com a voz rouca extremamente sexy em meu ouvido me fazendo estremecer. Perdi a capacidade de falar diante dessa situação, então apenas neguei com a cabeça. - Ótimo, só não pense demais (s/n), você é quem controla a situação, se você não gostar, eu vou parar imediatamente, mas você tem que me prometer que se for necessário, você vai dizer pare.- ele fez uma pausa, e puxou meu rosto com delicadeza, me fazendo olhar em seus olhos.-Posso confiar em você?- perguntou apreensivo, eu apenas assenti com a cabeça.
Ele deu um pequeno sorriso e logo em seguida beijou minha bochecha e foi subindo os beijos até o lóbulo da minha orelha, onde passou a língua e o chupou, fazendo todo meu corpo se arrepiar. Ele desceu os beijos para o meu pescoço onde passou a língua e o beijou. Ele parou e levantou seu tronco, caminhando em direção à comoda perto da cama e logo depois ele estava atrás de mim, pegando em meus cabelos e fazendo um trança e amarrando com um elástico as pontas. Ele deu uma leve puxada na trança, fazendo eu levantar a cabeça deixando meu pescoço à mostra e novamente ele estava beijando aquela área só que do outro lado. uma de suas mãos estava em volta do meu corpo, envolvendo e acariciando um de meus seios, deixando assim, os mamilos rijos em resposta a seu toque, enquanto isso sua outra mão envolvia meu pescoço delicadamente, sem aperta-lo.
-Você é minha.- sussurrou ele em meu ouvido.
Ele tirou as mãos de mim e parou de beijar meu pescoço, soltei um gemido baixo em protesto e ele soltou um riso fraco. Foi quando senti uma coisa em meus olhos, ele havia me vendado, o que me deixou ainda mais apreensiva e meus sentidos mais aguçados. Ele começou a passar uma coisa pelo meus ombros, tinha fitas de camurça e couro, e ele acariciava meu corpo com o objeto passando pelo meus ombros, pescoço, clavícula, seios, barriga, até chegar na barra da minha calcinha. Minha respiração estava desregulada e meu corpo arrepiado.
-O nome disso baby, é açoite e eu posso fazer um estrago na sua pele linda com isso…- disse ele com uma voz rouca e sedutora, fazendo-me corar- Amo quando você cora (s/n), você fica adorável.- disse e logo em seguida me deu um beijo no alto da minha bochecha.
Ele foi traçando um caminho de beijos calmos até chegar em meus lábios onde deu um selinho demorado e logo depois pediu passagem com a língua. O beijo era cheio de deseja luxúria e tesão, nossas línguas em uma sincronia rápida e o beijo logo foi se tornando cada vez mais feroz. Ele sugava, mordia, e chupava meus lábios. O ar se fez falta e o beijo foi finalizado com ele puxando meus lábios com os dentes. Liam colou nossas testas e foi me empurrando delicadamente para que eu ficasse deitada na cama e ele logo ja estava posicionado no meio das minhas pernas. Foi quando ele ergueu meus braços, agarrando meus pulsos e os prendendo a cima da minha cabeça, e com uma fita, ele os amarrou na cabeceira da cama. Senti Liam se levantando e logo em seguida minha calcinha foi tirada. Eu estava nua, totalmente entregue a esse homem, o meu homem.
-Ah, (s/n) você algum dia vai ter noção de como você é linda? … e de como esta gostosa?- disse ele, e pude sentir que havia um tom de admiração em sua voz, como se ele estivesse me adorando.
Logo em seguida senti as fitas do açoite me acariciando, primeiro meu pescoço, em seguida, cada um de meus seios, os deixando arrepiados e meus mamilos rijos e logo passando lentamente pela minha barriga e pela lateral do meu corpo.
-Ah!- gritei com o susto causado pelo golpe forte que Liam deu na lateral de meu corpo.
Ele estava certo, ele podia fazer um estrago com essa coisa, mas, eu não sei explicar, a dor foi deliciosa, causando um efeito arrebatador na minha região sul.
Liam continuou o percurso do açoite, passando pelo meu sexo suavemente e indo em direção a minha coxa direita, onde, novamente, deu um golpe em cheio me fazendo grunhir e me contorcer e, agora, Liam foi mais rápido, me acertando nos seios, pernas, coxas, e na parte lateral da minha bunda como se fossem movimentos em sessões. Minha respiração estava desregulada e a de Liam era alta. Foi quando ele afastou minhas pernas e passou as fitas delicadamente em meu sexo me fazendo estremecer e gemer baixinho. Ele continuou esfregando as tiras em mim. Eu me sentia no céu. Aquilo era muito gostoso.
-Aah!- dei um grito maior ainda.
Ele havia dado um golpe em meu sexo. As tiras violentamente me golpeando, me fazendo levantar o tronco e levantar a cabeça, e assim começou mais uma sessão de deliciosos golpes, só que agora todos em meu sexo. Eu estava fervendo, cheia de tesão. Os golpes sessaram e ouvi Liam desabotoar o zíper de sua calça. senti Liam no meio das minhas pernas e agarrando minhas coxas.
-Meu deus (s/n) você esta tão.. molhada- disse ele com tom de admiração, fazendo eu senti sua respiração em meu sexo.
Liam começou a distribuir beijo na parte inferior da minha coxa e logo em seguida depositou um beijo casto em minha intimidade onde ele lentamente lambeu os pequenos e grandes lábios da minha vagina, logo em seguida os sugando, chupando e mordendo, me fazendo contorcer e gemer alto. Liam afastou os pequenos lábios com os dedos e penetrou sua língua em minha entrada, me fazendo rebolar na sua boca. Ele continuou com seus movimentos, chupando, mordendo e se deliciando com meu sexo. Logo uma sensação de formigamento foi tomando o meu corpo me fazendo contorcer e gemer mais ainda, Liam percebeu que eu estava quase la e logo acelerou seus movimentos me fazendo explodir em um orgasmo sensacional me fazendo berrar de tanto prazer.
Liam rapidamente me beijou, calando meus gemidos e fazendo eu sentir meu próprio gosto.
-Ah baby, você tem o melhor gosto do mundo, você é inteira deliciosa… e doce- disse Liam em meu ouvido, me fazendo estremecer e corar.- Agora, vou foder você, com força.- disse por fim e metendo em mim, me fazendo gemer e elevar meu corpo. -ah, isso baby… você é tão apertada… e quente.- disse ele enquanto bombava seu pau em minha vagina.
Enquanto ele fazia movimentos de vai e vem dentro de mim, Liam apertava meus seios, mordia e chupava os mamilos, fazendo-me contorcer e puxar meus pulsos numa tentativa frustrada de solta-los.
Liam de fato estava metendo com muita forca, fazendo-me deliciar com seus movimentos e logo a sensação de formigamento estava la de novo me fazendo gemer mais alto e me contorcer em volta de seu pau, tanto eu quanto Liam estávamos quase la. Ele acelerou ainda mais seus movimentos me fazendo gozar escandalosamente, berrando seu nome. Mais algumas estocadas e senti Liam gozando dentro de mim e gemendo alto meu nome.
eu estava acabada, cansada e exausta. Quando Liam conseguiu regular sua respiração ele desamarrou a fita que prendia meus pulsos, se sentou na cama, ao meu lado, apoiando as costas na cabeceira da cama, me puxando para encostar a cabeça em seu peito nu e tirando a venda dos meus olhos.
Pisquei algumas vezes para me acostumar com a pouca claridade do ambiente.
- Meu anjo?- Liam chamou por mim.
Olhei em seus olhos e sorri para ele.
-Oi meu príncipe.- ele sorriu para mim por ter chamado pelo seu apelido, mas logo seu sorriso se foi -O que foi meu amor?- perguntei num sussurro com a expressão preocupada.
Liam não disse nada, apenas pegou meus pulsos e os beijou com carinho. Eles estavam marcados, estavam roxos por conta da fita que os prendeu.
-Me desculpa minha princesa- disse Liam em um tom de voz triste abaixando a cabeça.
-Hey, olha para mim Liam.- Ele me encarou com a expressão culpada.- isso foi nada, Liam, foi perfeito eu amei o que aconteceu aqui, ainda mais porque foi com você. Você não deve se desculpar por nada, muito menos se sentir culpado meu anjo.- disse enquanto acariciava seu rosto.
Liam me puxou e me abraçou forte, dando beijos no topo da minha cabeça.
-Eu te amo muito princesa- disse enquanto se deitava e me puxava para deitar em seu peito.
-Também te amo muito anjo.- disse ja fechando os olhos e me afundando no sono.

6 comentários:

  1. ooh Lord!!! Eu vou morrer! Perfeito LIAMda ;)

    ResponderExcluir
  2. Perfeitoooooooooooooooooooo
    BiaXx

    ResponderExcluir
  3. Acho que sou a única que não consigo ler imagines da 1D. Eu sinto muita vergonha u.u

    ResponderExcluir
  4. Janaína, sua mãe sabe desses linguajar que você usou? euheuehueeueuhe tá perfeito,parabéns !(:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKK não é meu, olha da onde eu retirei, mas mesmo assim obg

      Excluir

Obrigada por comentar
Críticas construtivas são aceitas.
Não desrespeite as autoras do blog. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão excluídos.
Não peça para divulgar seu blog/página, existe uma página para isso aqui.
A comentário tem que ter relação com o assunto da postagem
Deixe o link do seu blog no final (sem o http) para retribuir a visita
Não aceito mais selos
Volte sempre ♥