Imagine Liam (Dedicado a Natalia). - Escola não é de Deus, ops não era.


Natalia Voice's


E lá se vai mais um dia desperdiçado nessa merda de escola, eu não sei quem foi o idiota que inventou a escola, mas se ele ainda estivesse vivo eu o mataria. Eu poderia agora estar dormindo, bem folgada na minha cama, mas onde eu estou ? Na merda de um ponto de ônibus esperando esse negócio que nunca chega. O pior de tudo é saber que todo dia é a mesma coisas, tudo igual. Mesmas pessoas, mesmo professoras, mesmas patricinhas, mesmos meninos, tudo exatamente igual o dia anterior. Novidades estão em extinção em Wolverhampton. Escola não é Deus. 
O ônibus parou e eu subi, entreguei o dinheiro da passagem e corri para o fundo me sentar. Peguei um banco afastado, onde eu poderia ficar sozinha, mesmo que não tenha quase ninguém nos ônibus nesse horário. Logo o ônibus havia parado novamente, e por incrivel que pareça muitas pessoas entraram, espero que ninguém se sente ao meu lado, não estou com paciência para ninguém hoje.

E esse colégio que não chegamos nunca, quem mandou minha mãe me matricular no colégio mais distante de Londres, o St. Peter's (esse colégio realmente existe, foi onde Liam estudou tá ?). Estava com meu foninho no ouvido até que percebi que alguém havia se sentando ao meu lado, vou fingir que nem vi, isso!
Senti a pessoa ao lado me cutucando, ela tá pedindo pra ser socada em plena sete e quinze da manhã ? É isso mesmo produção ? Me virei rápida e com toda raiva do mundo expressada em minha cara, mas quando vi a pessoa ao meu lado tudo isso passou. Eu não conhecia esse menino, ele era completamente ... Lindo ? 
Lindo era pouco, ele tinha cabelo franjinha, tipo Justin Bieber sabe ? Estava usando uma camiseta branca, uma calça jeans preta, meio caida e um coturno. Seus olhos eram castanhos, bem castanhos e seu sorriso era encantador, ele sorria de orelha a orelha. Pena que eu não o conheço, ainda.

-Olá, posso te fazer uma pergunta ? -ele disse simpático-
-O-oi, claro.
-Você estuda no St. Peter's ?
-A-aham -eu continuava a gaguejar, era sempre assim quando falava com meninos bonitos-
-Será que poderia me ajudar a me localizar lá hoje ? É que me mudei para cá semana passada e não conheço nada.
-Tudo bem, ajudo sim. Claro -disse rápida e ele riu-
-Obrigada, aliás me chamo Liam, Liam Payne.
-Natalia, Natalia Evans.
-Belo nome.
-Obrigada, mas então de onde veio ?
-Londres.
-Ah, lá é muito bonito, muito mesmo.
-Pois é, eu amava lá.
-Então por que veio para cá ?
-Minha mãe recebeu um proposta de emprego melhor aqui.
-Ah sim, mas me espanta um garoto londrino -ele me interrompeu-
-Eu não sou londrino, nasci aqui e fui embora aos quatro anos.
-Ah sim, mas dá na mesmo o que eu ia falar.
-Então diga.
-Me espanta ver que um menino que viveu tanto tempo em cidade grande, não saber ao menos se localizar aqui.
-É difícil para qualquer um Natalia.
-Sim, mas logo você se acostuma, afinal todas as escolas são iguais. Tem os nerds, as patricnhas, as lideres de torcida, os jogadores de futebol, os de basquete, os populares, os riquinhos e a nada como eu -sorri fraco- Mas você devia ser bem popular lá não é ?
-Engano seu -ele riu- De uns tempos para cá deu uma melhoradas, mas antes era bem ruim. Eles me chamavam de gordinho e muito mais, eu emagreci a pouco tempo.
-Nossa, quem diria -eu ri- Nunca imaginaria se você não me dissesse.
-Não julgue o livro pela capa.
-Okay, mas em que sala você vai estudar ?
-1° B, e você em qual está ?
-Oh lord, que coincidência, eu estudo no 1° B.
-Que bom, acho que já achei uma ... amiga ? -ele disse levantando aos mãos-
-É pode ser, não tenho muitos amigos -nós rimos- Então se prepare, sua primeira aula será com a Sr. Pells, a rainha do saco cheio -eu disse e ele riu- Que foi to falando sério, ela é um pé no saco.

Fomos conversando e rindo até chegar na escola, conversamos sobre tudo, pareciamos amigos de longa data quando chegamos na escola, todos ficaram nos olhando como se fossemos estranhos. Ficamos sentando na escadaria perto do campo de futebol antes de bater o sino, riamos muito.
A vadia da Megan ficou olhando para ele, okay eu não estou com ciúmes dele, só não quero que ele se iluda com essa vaca. Afinal ela é uma vadia, desgraçada do inferno que saiu de lá só para me atormentar, ai que merda o que ela tá olhando pro Liam. Vadia, puta, idiota, prostituta, dadeira, que ódio. AI EU TO COM CIÚMES DELE, E DAI ?

***


A aula havia acabado, Liam estava me levando para casa. Antes eu disse que a escola não era de Deus, ops não era. Hoje ela se tornou completamente interessante para mim, graças a Liam.
Ele é um garoto tão gentil, eu me sentia bem demais ao seu lado. Riamos feito loucas enquanto iamos embora. Ele ria do meu ataque hoje na escola, eu quase ataquei a Megan porque ela deu em cima dele, eu iria bater nela se ele não tivesse me tirado de lá.

-Para Liam, nem foi tão engraçado.
-Claro que foi, "Olha aqui sua vadia, sai de perto dele e volta para o Matt. Ele não é garoto de programa pra você não"  -ele disse me imitando-
-Eu só disse a verdade.
- Claro, "Tira o olhou entendeu, ou eu quebro esses dentes que o dentista teve que arrumar. Bafo de onça" -ele me imitava rindo-
-Você ri de tudo -eu disse rindo-
-Você é engraçada.
-Nem sou -eu disse rindo-
-É sim -ele me abraçou de lado- Nem adianta discutir comigo, eu virei meu rosto para falar algo para ele e ele estava com o rosto virado, ficamos um olhando nos olhos do outro. Percebi que ele se aproximava e não deixei a oportunidade passar, quando percebi já havia selado nossos lábios, fechei meus olhos e deixei o momento me levar-.

*******************************************


-O que está fazendo meu amor ? -disse Liam chegando ao meu lado-
-Nada, só estava lembrando do dia em que nos conhecemos.
-Foi emocionante né ? Se eu soubesse que encontraria uma namorada tão rápido lá, teria me mudado antes.
-Bobo.
-Eu te amo -ele disse encostando nossas testas- 
-Eu também te amo muito Liam, muito mesmo. -selei nossos lábios-

E quem diria que aquele dia de mau-humor me renderia esse homem perfeito, o qual amo muito e escolhi para ser MEU homem para sempre.

Esse é o fim de tudo, ou o começo ... 

                                                                                                                                          
Heey Natalia, espero que goste gatinha ;) Não se esqueça de comentar. Beijo pra todas.

2 comentários:

  1. Esse foi perfeito de verdade, meu, ta de mais! Continua nessa maratona de pedidos! sem palavras pra eexpressar como eu fiquei quando li isso!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar
Críticas construtivas são aceitas.
Não desrespeite as autoras do blog. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão excluídos.
Não peça para divulgar seu blog/página, existe uma página para isso aqui.
A comentário tem que ter relação com o assunto da postagem
Deixe o link do seu blog no final (sem o http) para retribuir a visita
Não aceito mais selos
Volte sempre ♥