Apparently - Capítulo Vinte e Três - Dia de jogar


- Louis On -

- Eu falei com o pai, mas não sei se ele vai levar isso a sério. - Digo levando minha mão até a cabeça.

Niall: Tudo bem, vai dar tudo certo. - Disse tentando me confortar.

Eleanor: Gente, o Harry joga muito mal. - Disse fazendo uma careta, quando eu a olhei com raiva.

Louis: Jura? - Sarcástico eu? Nhé.

Niall: Gente por favor, sem briga.
Louis: Você tá certo, agora não. - Digo suspirando. - O que nos resta agora é esperar.

Era a hora do jogo, Harry ainda estava em campo e todos já me olhavam com raiva. Eu realmente estava ferrado, não sabia se meu pai iria agir, ou se eu precisaria perder a confiança do meu amigo. Qual a pior das opções? Não sei mesmo.

- Louis Off -

- Você On -

Eu e Niall continuamos nos encontrando, claro que longe o suficiente da escola pra ninguém descobrir. Mas perto o suficiente para me fazer sentir em casa. Liam? Eu o ignorei. O pior é que Niall me falou que ele ficou muito mal, quero dizer, ele está muito mal. Talvez seja por isso que eu ainda não o vi em campo.

Parei de falar um pouco com o Zain, ele não acha certo esse lance do Niall, inclusive com a Eleanor sendo a coitada, a corna, a chifruda da história. Outro motivo importante, ela é quase a minha melhor amiga. Tenho que admitir que eu me sinto culpada e triste, mas tento desabafar com a psicóloga. O pior, é que eu me sinto mal, ela é mãe do Liam e me perguntou o que está acontecendo com ele. É, parece que ela notou..

Diretor: Sejam Bem vindos ao primeiro jogo da estadual Evelyn Grace contra a Illyria. Espero que todos estejam confortáveis. - Disse arrumando o seu terno. - E que o jogo comece! - Disse levantando os braços tentando fazer com desse mais "emoção". De repente um apito soou e os jogadores de ambos os times correram para o campo fazendo com que gritos ecoassem das arquibancadas. Onde disputaram a bola e aquele jogo onde se marcava um gol finalmente começou.

Devem estar se perguntando porque que eu e a Eleanor não estávamos animando o pessoal em campo. Sei que somos líderes de torcida, mas, a coragem da Eleanor foi forte o suficiente para sermos suspensas de qualquer atividade escolar. Obrigada querida.

Desconhecida: (S/N)? - Me virei e vi Eleanor. - Pensei que não fosse te encontrar. - Disse sorrindo.

Você: Me encontrou. - Digo tirando o pacote de pipoca de cima de sua cadeira. - Senta aí.

Eleanor: Valeu! - Disse rindo. - E aí, já aconteceu alguma coisa de emocionante?

Você: Nadica de nada. - Digo rindo e ela dá um risinho.

Eleanor: Que expressão hein. Ai, eu adoro jogos de futebol.

Você: Sério?

Eleanor: É, você não gosta? - Perguntou com a sobrancelha arqueada.

Você: Acho meio chatinho, não tem graça pra mim.

Eleanor: Ah.

Ficamos em silêncio por um tempo, até ficar entediada com aquele jogo sem noção.

Você: Então, o que você foi fazer naquela hora?

Eleanor: Que hora? - Perguntou com a testa apoiada na mão, demonstrando tédio.

Você: Naquela hora em que você me abandonou - Digo rindo - Hoje mais cedo.

Eleanor: Ah, é que eu fui resolver uma coisa com o Niall.

Você: Sei, coisa. - Digo rindo em um tom malicioso.

Eleanor: Ei! Não tem nada a ver okay? - Disse rindo. - Ainda não. Mas logo você poderá dizer isso. - Disse se achando. - Logo, logo.

Você: Hum. - Levei num tom malicioso. Até perceber o que ela havia falado. Certo.. legal pra eles. - Eu já volto tá?

Eleanor: Tá certo. - Me olhou com desconfiança e voltou a se concentrar no jogo. Era a minha deixa.

Saí dali o mais rápido que pude, não queria conversar com ninguém. Não poderia encontrar Donna, se não estava acabada. Não podia encontrar Liam, porque ele provavelmente estava com raiva de mim. Não podia encontrar Emma, ela me estraçalharia por causa da Donna. Eu só me sentia mal. Uma sensação estranha e gelada tomava o meu estômago, talvez seja a culpa. Eu só quero fugir. Mas ele me mantém longe e perto o suficiente de todos. Como se quisesse o meu mal. Era o remorso, o meu novo pesadelo.

- Você Off -

- Harry On - 

Harry: O que está acontecendo?

Treinador: Calma aí garoto - Disse me empurrando para dentro de uma sala. - Já volto. - Disse e escutei o barulho da chave. Não pode ser!

Harry: Ei! O que você tá fazendo? - Digo tentando abrir a porta. - Abre aqui! Não tem graça treinador! - Digo batendo na porta. - Merda. - Digo e dou um chute na mesma.

Não havia mais nada que eu pudesse fazer. Não haviam janelas, apenas uma pequena vidraça, o que tornava impossível a minha passagem. O jeito era esperar alguém ali. Tudo já estava tedioso, não havia mais nada que eu não tivesse "bisbilhotado" naquele lugar. Então eu escuto passos, os mais gloriosos passos que já escutei em toda a minha vida. Começo a bater na porta e escuto o barulho da fechadura. Finalmente eu vou sair daqui!

- Harry Off -

- Você On -

Alguém estava me abraçando, okay. Mas já estava me sufocando.

Você: Ahm, espaço pessoal querido. - Digo tentando empurrá-lo.

Desconhecido: Nossa, (S/N). - Disse me desabraçando, assim pude ver seu belo par de esmeraldas surgirem.

Você: Porque você estava trancado aí? - Digo já sentindo um estranho formigamento no estômago, que me deixava esperançosamente mais leve.

Harry: O treinador me trancou. - Disse colocando a mão na cintura. Ele parecia suado.

Você: Mas.. porquê ele faria isso? - Digo confusa e anestesiada com tamanha beleza.

Harry: Melhor deixar pra lá. O jogo já começou?

Você: Já, faz um tempo. - Digo meio tímida com a nossa aproximação.

Harry: É.. valeu por ter me soltado. - Disse passando a mão pelos seus cabelos e nuca.

Você: Não foi nada. - Ele assentiu. E eu continuei o meu caminho para bem longe dali. Quando senti braços fortes me envolvendo e depositando um beijo em minha testa.

Harry: Obrigada, de verdade. - Sussurrou, e sumiu pelos corredores.

Você: De nada. - Digo boba, suspirando.

_________________________________________


P.S.: o treinador é o pai do Louis pra quem não lembra!

Nhá, não ficou tão legal. Cês notaram que eu tô mudando o meu jeito de escrever?
Tô colocando umas palavras elegantes, haha.

Gente, tenho um blog ótimo aqui pra indicar pra vocês. Ele é o 1D Hot, isso mesmo!
É um site só com imagines hot! Eu A-M-E-I! Juro!

E não se esqueçam de visitar o meu brog, Doce Nutella. E também de curtir a página desse blog no face,
 Imagines One Direction.

Agora indo para o assunto sério. Porque eu sou uma pessoa séria!
Lê hora que alguém diz: Haha, sonha fia!

Hoje é o aniversário de um ano do blog. Pensando nisso, faz quanto tempo que
as gatinhas são nossas leitoras?

Pra participar é simples, só precisam adivinhar a música em que o imagine foi inspirado.
Boa sorte gatitas.

Hanna Ashley

10 comentários:

  1. Continua ta muito bom,so fiquei com dó do Liam : (
    Faz mais ou menos 2 meses que eu sou leitora do blog.
    *Erika

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também, somos muito más né?! Mas ele vai ser compensado, êê!

      Excluir
  2. Uhuum percebi siim seu novo jeito de escrever e quer saber? To amaaandooooo entao sera q a els ta desconfiada?? Só vc pra falar poste logo okay
    -porquinharosa

    ResponderExcluir
  3. bem ja sou leitora a uns 4 meses.... tava publicando comentarios em anonimo mas agora to publicando com a minha ask :)

    e continuaaaaaaaaa que ta perfeita essa fic so to meio confusa com oq o pai do louis fez

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nos próximos capítulos vocês vão ver.. é só aguardar c:

      Excluir
  4. O Liam nao merece isso :( Mas a fic ta PER-FECT, parabéns

    ResponderExcluir
  5. olha aqui o imagine que vc fez https://www.facebook.com/UnidosContraHatersOfOneDirection1/posts/734633496553289

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar
Críticas construtivas são aceitas.
Não desrespeite as autoras do blog. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão excluídos.
Não peça para divulgar seu blog/página, existe uma página para isso aqui.
A comentário tem que ter relação com o assunto da postagem
Deixe o link do seu blog no final (sem o http) para retribuir a visita
Não aceito mais selos
Volte sempre ♥