Imagine Harry - Almost Is Never Enough


Já faz algumas semanas que eu vejo que não faço mais falta, que não tenho mais importância, que já não tenho nada a fazer. Que não tem mais significado a palavra namorada. Está quase virando um triângulo amoroso e quem está sobrando aqui sou eu. Era visível que Harry já havia perdido o interesse, que as noites não eram mais prazerosas -apenas por rotina- e que não era o bastante. Nós não éramos o bastante. E ele decidiu tomar outro rumo para essa história.
Entendo que nunca fui uma menina que poderia se candidatar para ser modelo e obviamente não teria sucesso nisso, pois não tenho o físico necessário para isto tanto quanto a menina que os empresários da banda arranjaram para ele. Não nego que ela não seja bonita, porém como eu ficaria nessa história? Isto mesmo, não sei. Minhas malas já estavam feitas e encostadas perto a porta de entrada, o meu relacionamento com Harry passa a ser duvidoso e sinceramente ele não se importará comigo, preferirá a modelo que está em todas as fotos e entrevistas ao lado dele, inclusive a que será transmitida na televisão daqui a alguns minutos. Me sentei confortavelmente no sofá e junto também um bloquinho de folhas e finalmente ligando a tevê.
Troquei alguns canais até chegar no que estava passando a entrevista. Todos muito bem vestidos e sentados em dois sofás de três lugares, sendo que o habitual é apenas um para todos os meninos se sentarem juntos. Ainda não havia sido mostrado sua nova namorada, quando a câmera dá um zoom e pode-se perceber todos os detalhes dela.
Vestido azul, longo e com um belo decote, dando uma boa visão para Harry que mantinha a mão na cintura dela. Todos se sentaram e ele permaneceu com sua mão nas pernas dela, esbanjando um enorme sorriso.
O entrevistador logo se referiu a eles dois e ele -Harry- falava alegremente sobre o novo relacionamento. É aqui e nem ao lado dele é o meu lugar, e desta vez tenho certeza disso. Desliguei a televisão e apoiei o bloco na mesa de centro começando a escrever uma carta de despedida para ele se nem sequer saber se ele vai ler.

Harry,
Escrevo isso apenas para não te deixar sem explicações e digo que não se preocupe, eu sei me cuidar.
Quero terminar aqui algo que nem tivemos chances de começar, certamente não há mais dúvidas de que tudo o que tivemos não passa agora de colocar um ponto final. Já não vejo razão para continuar na sua vida semelhante a mais uma pessoa que você não se importa, igual fazia a alguns meses atrás antes de toda essa turbulência. Entendo também que aqui não é o meu lugar, não faço parte da sociedade dos famosos, esta que você permanece, enquanto eu quero viver minha vida normal e observar meu sonhos se tornando realidade. Percebeu que é tão dissemelhante nossas vidas, você tem dinheiro e eu tenho sonhos que facilmente você pode ter tudo o que quer, ou seja, não sobra espaço para mais nada. Queria poder colocar a culpa toda na vida que me fez estar aqui no momento e no lugar errado, porém desculpe informar mas a culpa é toda sua Harry. Aguentei, amei, e tentei esse tempo todo para que nós déssemos certo e certamente não se obtém resultado agindo sozinha. Talvez mentimos sobre o que realmente sentimos, estávamos errados e tudo virou algo indesejado. Estou levando comigo exatamente tudo o que trouxe para cá sem tirar e nem por, deixei muitas coisas para trás e quando você acordar para a realidade irá perceber o quanto é frustante desistir de algo que lutamos tanto, entretanto não há como amar sozinha e mais cedo ou mais tarde vamos perceber que estávamos tão perto de se apaixonar pela pessoa errada.
Se eu soubesse que depois de algum tempo estaria enfrentando o que estou agora, nunca viria para cá e não haveria despedidas, não haveria enganos, não teria perdido meu tempo e quem sabe estaria com a pessoa certa agora. Me desculpe por você ter pedido seu tempo e prometo para mim mesma que eu nunca mais voltarei a te procurar. Esse quase não é o suficiente.

Prendi o pequeno papel do porta retrato em que tinha uma foto de mim e Harry em nosso primeiro encontro, me levantei do sofá dando uma última olhada no apartamento e peguei minhas malas já com os olhos marejados e assim passei pela porta e a fechei encerrando o nosso "quase".

---------------------------------------------
Hey lindinhas *-* Gostaram? Espero que sim e como estou com muitas ideias vou tentar postar mais imagines hoje! Ai meu deus, niver do Niall, ainda não caiu a ficha que ele tem vinte anos, mas é a vida. 
Jana.

6 comentários:

Obrigada por comentar
Críticas construtivas são aceitas.
Não desrespeite as autoras do blog. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão excluídos.
Não peça para divulgar seu blog/página, existe uma página para isso aqui.
A comentário tem que ter relação com o assunto da postagem
Deixe o link do seu blog no final (sem o http) para retribuir a visita
Não aceito mais selos
Volte sempre ♥