Beautiful Mess - Capítulo 2

                                                                       E a sétima coisa
                                              que eu mais odeio que você faz...
                                                  É que você me faz te amar

Olhei para minhas unhas sem saber o que acontecia ao meu redor. Olhei meus tênis. Havia alunos fazendo algazarra na sala e outros tentavam prestar atenção. Sr.Luigi nem estava mais tão afim de dar aula. As aulas de português costumam ser assim. Ninguém com a minima concentração. As únicas vezes em que a turma presta atenção é quando ele interage com nós. Certamente Sr.Luigi é desligado porém o melhor professor.

O sinal tocou e todos gritaram de animação. Aula do Liam. Aquele professor só pode ter mel no corpo, todos os alunos gostam dele, eu que sou do contra e odeio ele. Sr.Luigi deu um breve adeus para nós e saiu de sala deixando mais de vinte e sete alunos entre dezessete e dezoito anos, sozinhos. Esse cara é doido?
Em menos de cinco segundos já podia escutar, Nicki Minaj e Chris Brown no último volume. Até minhas amigas estavam no tumulto no fim da sala. As únicas pessoas que não estavam lá era uns nerds jogando joguinho de carta nas primeiras cadeiras e ao meu lado uma menina — também nerd —, a Eloísa lendo um livro com fone no ouvido. Mais que merda! Eu odeio tumulto, barulho, bagunça... e não tem ninguém para me ajudar a dar fim nisso.

A porta se abriu revelando um Liam mais feliz e sorridente que o normal. Sem pensar duas vezes corri até ele e lhe dei um abraço:

— Nunca pensei que iria ficar feliz com sua presença. — eu disse ainda abraçada ao seu corpo.
— Oi Silena. O que houve? — ele disse rindo pelo nariz.

Me afastei dele e lhe olhei incrédula e ele simplesmente arqueou a sobrancelha rindo. Ele sabe desse meu gosto de odiar baderna e faz essa palhaçada.

— O que houve Liam? O que houve? Olha isso! Essa bagunça! — eu disse apontando para trás de mim enquanto ele ria. — Você ainda me pergunta o que houve? 
— Can you get away. Care to sit down, let's talk it out? One on one, without a crowdI wanna hold your hand. Making love again, I need to be near you. — ele cantou a parte do Chris Brown na música Right by my side olhando diretamente para mim como se aquilo que ele acabará de cantar realmente fosse para mim.

Por um instante nós ficamos em silencio. E eu tive a estranha sensação de tudo ao meu redor sumir e restar apenas eu e ele naquela sala, sem barulho, alunos, apenas eu, ele e aquela música. Por um momento a boca de Liam parecia beijável e o meu corpo pareceu implorar pelo dele. Nossos olhos ainda estavam conectados quando um raio de sanidade caiu sobre mim. Mas que merda eu to pensando? Eu balancei a cabeça negativamente e voltei a olhar ele com fúria e ele voltou a ri de lado de modo sarcástico.

— Uma gracinha você. Agora se não for pedir demais, acaba com isso! — eu falei quase gritando.
— Senta Silena. Relaxa. Você tem quantos anos afinal, dezoito ou sessenta e oito? 

Bufei e rolei os olhos indo para minha cadeira batendo o pé. Os alunos do fundo ainda não reparam que agora tem um adulto “responsável” na sala, ou quase isso. 


— SI-LÊN-CI-O. — Liam gritou em alto e bom som fazendo todos calarem a boca e olhar ele. Só o que restou foi a voz na Nicki Minaj.

Em três segundos muito bem contados ouve uma correria. Se eu não conhecesse minha sala eu diria que, isso é o Acampamento meio-sangue e isso que aconteceu foi uma captura a bandeira.

Logo todos estavam em seus devidos lugares e Liam já escrevia algo de meu interesse no quadro. História sempre será meu principal motivo para vim a escola. A música foi desligada e Liam sorriu calmo para nós.

— Bom dia alunos! E, obrigado, Marco! — ele disse agradecendo ao menino que estava com a música e desligou. — Melhor assim madame? — ele disse olhando para mim com uma sobrancelha arqueada.

Apenas assenti sorrindo cínica para ele. Ele prosseguiu a escrever no quadro quando Anália me cutucou e eu virei para trás.

— O que houve dessa vez madame? — ela disse remendando o “apelido” que Liam me deu. 
— Nada. Eu só pedi para ele acabar com a baderna.
— Você é tão chata Silena.
— Eu? 
— Não eu! 

Rolei os olhos e virei para frente olhando o quadro vendo a musculosa costa de Liam.

— Essa costa deve ser boa para arranhar... — Lizie sussurrou para mim e Anália — já que ela sentava atrás da mesma —, e eu tentei esconder a risada.

Tive que espantar o comentário de Lizie da minha cabeça que em consideradão tinha razão em falar. Elas são arranháveis, muito arranháveis. Olha eu pensando merda de novo

— Anotem! — Sr. Payne disse e se sentou. 

Eu comecei a escrever no caderno e percebi que o sorriso de Liam ia de ponta a ponta do rosto, e ele olhava para o nada. Para o vazio. Como se não existisse ninguém na sala, além dele.

— 'Huuuum. Professor apaixonadinho! — um bendito aluno, que senta em uma das cadeiras do “fundão” gritou.
— Desencana Léo. — Sr.Payne disse brincalhão. 
— A noite foi boa 'fessor? — um outro aluno perguntou
— Ótima. 
— Me polpe da sua vida pessoal... — murmurei mais ele ouviu.
— Silena, me polpe você. Até parece que nunca fez nada... — Liam disse rindo.

Como assim? Anália só ria atrás de mim por saber que eu sou... virgem.

— Tá me chamando de puta? — perguntei indignada.
— Toda mulher que faz sexo agora é puta? — ele rebateu.
— Não sei, você que é o fodão todo experiente daqui. — falei sorrindo sarcástica no final da frase.
— Olha não chingue!
— A pessoa pode transar mais não pode chingar, seus conceitos são 'maneiros.
— Obrigada! — ele disse rindo.
— Não há de que. — eu disse sorrindo sarcástica.

...

— ... e assim que o rei... — o sinal tocou atrapalhando a explicação de Liam. — Então é isso queridos! Amanhã tenho os dois primeiro tempos de história para explicar o resto.

Ele saiu de cima da mesa onde estava sentando e começou a recolher seu material e eu fiz o mesmo.

— Ah, como muitos já sabem eu sou o representante da turma de vocês esse ano... — todos começaram a gritar em alegria e eu apenas revirei os olhos. E ele fez sinal para eles calarem a boca e assim foi feito. — Esse ano a festa de verão, vai ser por nossa conta. E a festa já está pronta pois o comitê de bailes dessa turma, Elô, Guilherme, Juliana e Lizie, já organizaram tudo dês do ano passado. Mas eu quero que todo terceiro ano vá a festa se não recuperação certa na minha matéria no final do ano.

— O que? Você não pode fazer isso! — eu quasse berrei isso.

Odeio festas com toda minha alma. O-D-E-I-O.

— Posso sim! E você vai! Se não, recuperação! Não, não, pra você eu abro uma exceção, reprovação se não for. — ele disse fazendo minha boca virar um completo 'O'. — Agora alunos, a festa é esse sábado agora. Preparem-se!

Ho, hey! ♪
Coé?! Hahah' Oi dreams, tudo bem??! Gostaram do capítulo? Espero que sim! Obrigadão pelos os comentários, não respondi mais li todos! E galera que já leu ela no outro blog, leia de novo, eu mudei ela toda :c Talvez demorarei para postar o próximo, não sei, porque o próximo capítulo é a festa. Tunts, tunts, tunts.
                                                               Beijos de arco-íris

                                              Lembrando: A Silena é a Barbara Palvin

 Parte que o Liam cantou “para a Silena”: Você consegue escapar? Você não pode se sentar para conversarmos? Cara a cara, sem a multidão. Quero segurar a sua mão. Fazendo amor de novo, preciso estar perto de você.

7 comentários:

  1. Aaaaaaaaaah quero o proximo logooooo! :))))) please! :*

    ResponderExcluir
  2. continuaaa ta perfeita AMEI!!! anciosa pelo próximo :) bjs karol

    ResponderExcluir
  3. Q Lindo gente!. PROXIMO.... PROXIMO...... PROXIMO... - Leitora nova-

    ResponderExcluir
  4. PERFEITO *--* Continuua Please !! - Leitora Nova *-*

    Divulga ?
    http://imaginecomharry-styles.blogspot.com.br/

    Obrigada Bjoos.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar
Críticas construtivas são aceitas.
Não desrespeite as autoras do blog. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão excluídos.
Não peça para divulgar seu blog/página, existe uma página para isso aqui.
A comentário tem que ter relação com o assunto da postagem
Deixe o link do seu blog no final (sem o http) para retribuir a visita
Não aceito mais selos
Volte sempre ♥