Burn - Capítulo 3


O verão veio e se foi
O inocente nunca sobrevive
Me acorde quando setembro acabar

Flashback On/ Sarah's P.O.V.

Especialmente naquele dia que o crepúsculo já estava ocorrendo. A tonalidade escura tomava o céu de Londres e o vento frio batia em minha pele o que me fez fechar a janela, infelizmente. Tudo coberto de neve dando uma sensação de comodidade e as luzes dos carros, dos postes e das casas davam um visual renovante para aquela paisagem. Adorava o inverno daqui. Me mudei com três anos para cá. Minha naturalidade verdadeira é Irlandesa e dei muita sorte de encontrar Niall, também vindo do mesmo país que o meu. É reconfortante, pois sabemos a falta que nos faz Mullingar. Passei a adquirir a nova rotina Londrina e o novo horário do colégio, assim conhecendo além de Niall, Lucy que passou a ser minha melhor amiga. 
Tínhamos essa vidinha, eu, ele e ela. Nunca nos desgrudávamos e nem fazíamos questão de novos amigos, éramos felizes naquele mundinho em que só nos habitávamos.
Observei o loiro que dirigia alegremente pelas ruas tumultuadas pelos motivos de ser sábado. E, seu aniversário, isso tornava seu dia ainda mais especial. A música tranquila reinava no interior do veículo e sorri levemente. Como pude me apaixonar por ele? Por ser branquelo? Ser loiro oxigenado? Simplesmente eu o amo. Ele tirou a atenção da estrada por alguns minutos e retribuiu o sorriso, revelando seus dentes tortinhos. Pra mim não importava, o que fazia realmente que eu me importasse era a inocência que havia em seu riso. 
Estávamos indo em direção para a boate mais badalada de Londres, ele merecia. Todos já deviam estar a espera dele, eu e Lucy havíamos planejado um aniversário surpresa para ele. 

[...]

- Muito legal hein? Sair da festa do seu melhor amigo para ter uma noite maravilhosa com um rapaz desconhecido. Quanta consideração comigo. -Niall disse ironicamente
- Vê se não enche, essa sua festa só 'tá acontecendo porque eu e a Lucy planejamos isso - não sabia se meu egoísmo e implicância era efeito da bebida ou meu estado normal
- Então prefere ficar com um garoto que acaba de conhecer e mal sabe o nome do que curtir a festa? 
- Prefiro -disse indiferente. 
- Você é virgem -disse baixo - Gostaria mesmo de perdê-la com um estranho qualquer? 
Não respondi aquela pergunta. Abaixei a cabeça, sentia que ele mantinha o olhar dele sobre mim. Só queria estar no lugar de quem poderia ter ele por completo e não ter que esconder porcaria de sentimento nenhum. Era como um momento desses que eu gostaria de não sentir, porém a vida não é um mar de rosas. 
- Vou te levar para casa, não devia ter te deixado beber. 
- Agora vai bancar o paizão? 
- Sempre banquei e você nunca reclamou. Nunca -deu ênfase no final. -Não estou entendendo essa sua fase Sarah, não sei por quê está dando uma de adulta. 
- Nem eu entendo essa sua preocupação repentina comigo, poderia ter me deixado aproveitar a noite e você poderia comer algumas meninas por ai. 
- Desde quando eu me importo em ficar com meninas? 
- Ah é, foram quantas até agora? Uma, duas? Oh, é mesmo. Nenhuma 
- Não devo e nunca deverei satisfações para você de minha vida. 
- E muito menos eu, não sei o motivo de ainda querer dirigir para me levar para casa. 
- Só não quero que você faça algo que se arrependerá futuramente. 
- Niall, presta atenção. Nós somos jovens, temos que aproveitar ao máximo. 
- Não quero você agindo como uma vagabunda. Indo na onda do primeiro que aparecer. 
- Como se você fosse o anjinho dessa história toda. Quantas vezes eu já te peguei fazendo coisas impróprias pensando em várias meninas diferentes. Já deveria ter coragem de aproveitar a vida melhor. 
- Pelo menos, eu me reservo para a pessoa que eu amo, porém não vou forçá-la a nada, enquanto você me prova com essas palavras -desviou sua atenção da estrada e me encarou com suas órbitas azuis intensas - que não merece minha preocupação, e - pausou- muito menos meu amor. 
- Niall

Flashback Of

Acordei assustada e suando frio. Tremia e batia os dentes repetidamente mesmo estando um clima agradável pela manhã. Passei as mãos por meu braços, eu estava fria. Totalmente gélida, como se o inverno daquele dia tivesse se apoderado de mim. Balancei a cabeça algumas vezes com intenção de esquecer aquele sonho que tive, na verdade, pesadelo. Queria enterrar aquelas lembranças desagradáveis. Com certeza, aquele dia foi um dos piores que eu já pude vivenciar, depois do qual eu tive que deixar Niall. 
Havia passado três meses internada no mesmo quarto que ele, observava a face dele serena, porém não consegui olhar uma última vez para os olhos azulados dele. Depois de ganhar alta, passava horas junto com Lucy observando o estado em que ele estava, tudo isso ocorreu parcialmente por minha culpa. Se eu não tivesse bancado a menina esperta fazendo ciúmes, ele talvez poderia estar em meus braços, sã e salvo. Mas agora, eu o deixei. Precisava seguir em frente mesmo com o pior acontecendo, não quero dizer que eu o abandonei mas sim que eu não pude esperar ele despertar. Eu precisava estudar, tentar algo bom para mim, coloquei em minha mente que muito provavelmente não sentirá minha falta. A falta da causadora do acidente. Tinha tudo para ser um dia especial, o dia do aniversário dele que eu estraguei. 
Mexi em meus cabelos, amarrando-os frouxamente e retirando a coberta que e cobria. Havia acordado dez minutos mais cedo. Ótimo começo de semana, ironizei. Me levantei completamente e tomei um banho consideravelmente demorado e frio para levar as recordações para longe. Após, me vesti e preparei meu café da manhã. Estava pronta para me matricular na minha tão sonhada universidade. 

------------------------------
Hey!  
Gostaram desse novo jeito? O texto no meio? Sim, não? Comenta o que achou. Espero que gostem e continuo com 10 comentários.
Jana

2 comentários:

Obrigada por comentar
Críticas construtivas são aceitas.
Não desrespeite as autoras do blog. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão excluídos.
Não peça para divulgar seu blog/página, existe uma página para isso aqui.
A comentário tem que ter relação com o assunto da postagem
Deixe o link do seu blog no final (sem o http) para retribuir a visita
Não aceito mais selos
Volte sempre ♥