Burn - Capítulo 11


Zayn havia tomado meus lábios, o gosto de bebida ainda podia ser sentido em seu hálito, porém em menor quantidade. Tinha gosto de cereja com álcool, algo muito gostoso. Nos primeiros momentos não tinha língua, apenas lábios se tocando de maneira carinhosa tentando encontrar uma forma de passar tudo o que estavam sentindo naquele momento. Nos próximos, nem parecia que Zayn estava realmente alcoolizado. Dei permissão para que ele aprofundasse o beijo e deixei as mãos dele passearem por minha cintura, acariciando-a.
Quando me dei conta que estava beijando meu chefe, travei. Coloquei minhas mãos no peito de Zayn e afastei nossas bocas que logo se formaram em um "o" perfeito.
- Meu Deus... Zayn me...
- Não Sarah, desculpa eu.
- É, boa noite.

Ele concordou com a cabeça enquanto eu saia do quarto e me direcionava ao de hóspedes que ficava em frente ao dele.
- Puta que pariu.
Me encostei a porta e toquei meus lábios ainda com os pensamentos anestesiados pelo beijo. Foi bom, muito bom. Não Sarah, ele é seu chefe, você pode ser despedida, pensei comigo. Mas que ele é gostoso, é. Niall, preciso falar com Niall.
- Alô, Niall?
- Hum, o que é Sarah? 'To com sono, preciso dormir.
- Não, você é forte para me escutar, é algo sério.
- Tá, fala logo antes que eu durma.
- Eu beijei o meu chefe.
- Como assim? - ele gritou. - Você tá maluca pra fazer isso?
- Mas ele correspondeu Niall, pode significar algo.
- É, pode significar que ele queira te levar para cama, tirar sua virgindade e ter filhos com você. Você não pode ter filhos, você tá me entendendo, nada de filhos!
- Filhos não seria nada mal
- Calma ai Sarah. Você está gostando dele?
- É Niall, você e tããããão lerdo.
- Ele é oito anos mais velho que você.
- Preciso de conselhos Niall, conselhos.
- Use camisinha, tome pílula. Sei lá.
- Babaca, estou falando sério. O que eu faço, a gente só se beijou, nada de mais.
- Então só se ele tocar no assunto você diz que não foi por mal e implora para ele não te despedir.
- Isso vai dar certo?
- Não sei, só testando para ver. Agora vou dormir, é muita informação para mim. Boa noite e não quero que você tenha filhos.
- Niall? Niall? Estou falando com você! É, desligou.

É melhor eu dormir e esquecer um pouco as loucuras de hoje. Deitei-me e desejei poder sentir mais uma vez o gosto dos lábios dele.

- Ei, acorda.
- Hum, me deixa dormir mais.
- Vamos Sarah levanta. Não estou de brincadeira.
- Cala boca Zayn, me deixa dormir.
- É sério Sarah, levanta!
- Tá, tá, tá "Papai"
Ele sorriu fraco e tirei a coberta de meu corpo. Péssima ideia. Estava vestindo somente uma camiseta que pertencia a Zayn, cobrindo até parte de minhas coxas.
- Te espero lá embaixo. Pode tomar banho lá no meu quarto, tem tudo que você precisa.
- Tudo menos uma roupa descente.
- Mais tarde eu vou no seu apartamento pegar suas roupas. Está quase tudo nas malas, certo?
- Certo. Vá tomar seu banho, vou fazer panquecas.

Entrei no quarto de Zayn com os pensamentos focados em somente entrar ali e ir diretamente para o banheiro, porém ver os posteres, os cd's de vinil pendurados na parede, vários cd's arrumados nas estantes, tudo tão convidativo. Tão organizado e com o cheiro dele. Olhei mais uma vez tentando gravar cada detalhe que tinha ali. Tomei meu banho tranquilamente e sai com mais uma das camisetas dele, elas são legais.
- Sarah! Já terminou? As panquecas vão esfriar.
- Já estou indo senhor mandão.
Desci e encontrei Zayn usando um avental e uma luva para não se queimar.
- Voilà
- Além de mandão é cozinheiro, nada mal.
Despejei um pouco de calda sobre as panquecas para deixarem mais deliciosas do que aparentavam. Zayn se sentou de frente para mim e me observava enquanto provava um pedaço das panquecas que realmente estavam totalmente apetitosas.
- Estão muito boas - disse enquanto partia mais um pedaço e me sujava com a calda.
- Ei, da sujinho aqui. - riu fraco - Deixa que eu limpo.
Zayn pegou um guardanapo e passou perto de minha boca onde estava com a calda, eu só olhava para os olhos dele. Quando me dei conta que ele já havia limpado, ainda continuava olhando-o. Desviei meu olhar e sussurrei um obrigado tímido. Continuei comendo enquanto o ambiente permanecia em silêncio, um silêncio desconfortável. Ao terminar, coloquei meu prato e talheres na pia e lavei o que havíamos sujado.
- Sarah, vou pegar suas coisas, já volto. -pegou sua jaqueta que estava pendurado ao lado da porta e saiu
Continuei lavando a louça e quando acabei coloquei alguns dos milhares filmes que Zayn tinha. Me aconcheguei no sofá e prestei atenção ao filme. Me parecia engraçado.

*Ding Dong*

Legal, tem alguém na porta, estou sozinha no apartamento do Zayn usando só uma camiseta. E se for algum estuprador. Pensei, só tenha calma.
- Hum, oi.
Era uma menina de cabelos roxos, estranho mas bonito como ela.
- Olá, o Zayn está?
- Não. Ele deu uma saída, quer entrar?
- Muito obrigada, mas eu volto quando ele estiver em casa. E, quem é você? - me olhou de cima a baixo.
- Sou uma amiga de Zayn.
- Prazer, Perrie. Noiva dele. Até mais. -saiu.
Sim, meu queixo caiu. Mas como ela poderia ser noiva se ele me disse que no momento ele estava solteiro. Estranho, muito estranho. Se ele tem uma noiva, porque diabos ele me beijou? Esse homem não tem sanidade, ele é maluco. É melhor pedir desculpas sobre isto.
Nem prestava mais atenção no filme, meus pensamentos giravam penas em torno dos acontecimentos do dia anterior, o quanto foi bom e o quanto agora parece ser totalmente proibido. Não gostaria de ser a denominada de "a outra" dele, me sentia mal, aliás, não entendi porque ele me beijou se ele tem uma noiva linda daquelas.
- Sarah, terra chamando. Está tudo bem?
- Nossa, você chegou. -ri- Nem percebi.
- Aqui estão suas coisas, se troque. Vamos mais cedo para loja.
- Zayn, hoje é sábado.
- Eu sei mas eu vou receber algumas caixas de mercadoria, preciso de uma ajuda.
- Tudo bem e me desculpe por ontem. É, você sabe, o...
- Sei, está tudo bem.

[...]

Ajudei Zayn com as mercadorias e logo estávamos de volta ao apartamento dele. Ele estava estranho, na verdade, ele começou a agir estranho quando eu mencionei o beijo e me desculpei. No carro não trocamos nenhuma palavra e muito menos enquanto estávamos arrumando os discos. Não sei o que disse de errado.
- Zayn?
- O que é? -disse impaciente
- Nossa, me desculpe. Se quiser eu digo amanhã. Boa noite.
- Agora que interrompeu, pode falar.
- Por que está agindo assim? Ignorante, frio. Você não é assim.
- Agora vai ficar me regrando, é?!
Não, só quero saber o que está acontecendo com você.
- Não está acontecendo nada, estou bem.
- Sério mesmo? Não é nada envolvendo seu noivado.
- Sarah, você está de brincadeira com minha cara, não é? Só pode. Eu não tenho noiva.
- É mesmo? Então o que me diz sobre Perrie vir aqui enquanto você não estava e dizer que era sua noiva, me explique.
- Por que ela veio aqui?
- Me explique você, só fui gentil de abrir a porta para ela.
- Por que você abriu a porcaria da porta? Por que hein? Sabia que não iria dar certo você aqui na minha casa, primeiro me beija, depois fala com minha suposta noiva.
- É, eu também não sei o que eu ainda estou fazendo aqui, você não passa de um babaca mal amado.
- E você não passa de uma idiota.
- Ótimo.
- Ótimo!
Subi até o quarto de hóspedes, peguei minha mala e sai daquele apartamento. Sorte que não era muito longe e o sol ainda não havia se posto totalmente. Deixei minha mala em qualquer lugar da sala e me pus a chorar deitada no sofá. Claramente, a vida não estava de bem comigo esta semana. Chorei tanto que logo um cansaço esmagador tomou conta de meu corpo e dormi. Não sei quanto tempo passei adormecida, porém só acordei com Zayn batendo em minha porta.

- O que você quer? Vai embora, por favor.
- Não, me deixa eu explicar.
- Você está com cheiro de vodka. Bléh.
- Vai me deixar explicar?
- A vontade. Você tem três minutos.
- Me deixa entrar, Sarah.
- Já disse que não, 'tá surdo?
- Por favor. Se eu não te amasse não teria saído do meu aconchego de meu apartamento para encher a cara de tanta bebida e esquecer o que eu disse de ruim para você. Tive que enfrentar um transito do caramba para vir até aqui, pelo menos me deixe entrar, estou com frio.
- Tá, entra. Mas seja rápido.
- Eu não tenho mais noiva, terminei com ela faz quase um ano. Me mudei de país e ela continua pensando que ainda vamos ser muito felizes juntos mas, eu não a amo mais. Aquele dia que eu sai e te deixei em casa quando te busquei na escola eu fui me encontrar com ela, pois Perrie queria reatar o noivado enquanto eu negava. Desculpa ter agido daquela forma com você, ter feito você pensar que eu estava somente usando você ontem quando eu te beijei. Só fiquei com medo de você pensar que eu não ligava para seus sentimentos, mas sim eu me importo. Eu te amo, me desculpe.
Desta vez, eu tomei o lábios do Zayn em um beijo caloroso e especial.
- Eu também te amo -disse assim que precisamos de fôlego.
Retomamos o beijo e Zayn me conduziu até o sofá, deitando em cima de mim.
- Ei, ainda dói meu machucados.
- Me desculpe -riu e acariciou aonde doía
- Vamos para casa?
- Eu estou em casa, Zayn.
- Não mesmo. Agora que você é minha, vamos morar junto.
- E quem disse que eu aceitei ser sua?
- Então, você não quer ser minha namorada? Tudo bem. -disse assustado e triste.
- Zaaaayn. Volte aqui. - ele veio - Eu te amo.
- Vem, vamos que eu não quero você longe de mim, nunca mais.

----------------------------------------
Hey, mais um grandão!
Acho que ficou muito meloso, não sei haha. Espero que gostem e alguns comentários, também.
Jana

18 comentários:

  1. Não ficou tão meloso, acho que tá no pontinho certo. Continua gataaaaa :)

    ResponderExcluir
  2. ta perfeito eu ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

    De: Jessyka styles

    ResponderExcluir
  3. tá perfect

    >>>>>>Bia Malik<<<<<<

    ResponderExcluir
  4. Jana, tá divo. No tamanho perfeito, e não está nem muito meloso e nem muito seco. Está perfeito. E você tem que continuar logo!
    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  5. Continuaa ta perfeito!! :)

    ResponderExcluir
  6. continua ta perfect ,continua pfv
    to super curiosa

    ResponderExcluir
  7. Continuuuuuuuaa PELO AMOR DE DEUS CONTINUAA EU PRECIISO
    :)

    ResponderExcluir
  8. eu ameiiiiii está perfeito , continueeeee please ! <3 não consegui parar de ler nenhum segundo !

    ResponderExcluir
  9. Continua.....neste tipo d historias eu prefiro sempre que a rapariga fique com quem mais necessita e ama, neste caso penso ser Niall, com quem ela deve ficar, eu nao estou a dizer que mude sua historia, alias eu nem sei o final da historia, mas sempre que leio algo assim fico a falar para a historia tipo: "miuda abre os olhos, o teu principe esta a tua frente" , o que eu quero dizer com isto é continua esta a ficar perfect :) bjs, Sarah ps: tu tens um dom, rapariga digo-to eu

    ResponderExcluir
  10. ameii tah perfeito por favor cuntinuam escreve mtoo bem <3

    ResponderExcluir
  11. Por favor continua ta muito perfeita *-*

    ResponderExcluir
  12. Ameiiii estou muito curiosa pois quero que vc continue......ps amei o nome da garota por se o mesmo q o meu eu to amando demais ela com o zayn sabe mais acho que preferia ela com o Niall sei la sabe vc que sabe

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar
Críticas construtivas são aceitas.
Não desrespeite as autoras do blog. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão excluídos.
Não peça para divulgar seu blog/página, existe uma página para isso aqui.
A comentário tem que ter relação com o assunto da postagem
Deixe o link do seu blog no final (sem o http) para retribuir a visita
Não aceito mais selos
Volte sempre ♥