You Are The Only Exception - Imagine Liam Payne


You are The Only Exception - Imagine Liam Payne.

Seunome nunca fora uma garota de se apaixonar, eram raras as vezes que isso acontecerá, mas agora era impossível negar sua paixão pelo melhor amigo e namorado, Liam Payne. Quando mais nova viu o pai amaldiçoar o amor, achou que aquilo era tão ruim por ver o pai chorar. Mas, por mais que tentasse era inevitável lutar contra oque sentia por Liam. Era difícil ver alguém que amasse alguém pelas virtudes e caráter, como se eles se amam. Não que corpo e beleza fosse o problema de alguns deles.
Liam percorria as ruas da cidade completamente emerso em pensamento. Voltava de uma  joalheria, com as mãos suando frio e com uma caixinha vermelha aveludada. O medo de ser rejeitado era horrível, a única pergunta que se fazia á dias era "será que ela me quer tanto quanto a quero?" .

Não sabia exatamente como fazer isso, pelo simples fato de que sabia que no fundo a namorada acreditava que o amor não dura. Se recebesse um não seria o fim do poço para ele. Quando falamos em amor muita coisa fica obscura, confusa, secreta.
Queria fazer um belo pedido, havia planejado isso a semanas com a irmã mais nova de Seunome, que concordará e amará a ideia da irmã mais velha noivar. Liam e Seunome haviam se conhecido por causa da mesma, Eduarda namorava um amigo de Liam, que o apresentou a Eduarda e ela por sua vez apresentou a irmã, Seunome. Os dois começaram a conversar e não demorou muito até que se apaixonassem um pelo outro.
Liam agora sabia que ele tinha que tomar essa decisão, para que eles pudessem seguir enfrente sem medos, sozinhos e em rumo a felicidade. Eles sempre viveram bem, juntos porém com uma distância confortável . Ele sabia que ela tinha jurado a si mesma que estava contente com a solidão, mas ele tinha mudado isso e queria continuar a fazendo acreditar nisso.

Dirigiu-se em direção jardim de Luxembourg é um dos mais bonitos jardins de Paris, era o lugar favorito de Seunome em Paris. Para ela aquela viajem era uma viajem comum de fim de ano entre amigos, na qual o namorado a acompanhava, mal sabia ela o pedido que a aguardava. Liam andava calmo, apenas andava calmo, porque seu coração estava disparado no 220 por hora de nervosismo. Ele avistou a namorada de longe sentada na grama olhando o pôr-do-sol ao lado da irmã.
O parque estava completamente florido deixando tudo mais lindo, a música de uma garotinha cega ecoava pelo local, tudo conspirava a seu favor. Ele se aproximou dela e se sentou ao seu lado, aproximou a boca de seu ouvido e sussurrou.

-Eu tenho uma forte noção da realidade, mas eu não consigo deixar de ver oque está a minha frente. Não posso deixar você partir minha querida, eu te amo. Quando eu acordar amanhã, quero ter certeza que isso não foi apenas um sonho. Só te peço que não me diga não, que não me diga que não me ama tanto quanto eu te amo. Seunome, casa comigo?
-Tem certeza que é isso que você quer pra você?
-Pelo resto da minha vida, todos os dias.
-Claro que eu quero casar com você -ele sorriu de orelha a orelha.
-Achei que fosse dizer não.
-Para outro eu diria, mas meu bem, você é a única exceção.
-E eles foram felizes para sempre -ele falou e sorriu.
-Que gay Liam -ela olhou para ele rindo.
-Você sempre acaba com o romance da coisa.

Eles riram enquanto ele abraçava a namorada praticamente a cobrindo, era tão pequena perto dele. Ele a beijou e daquele momento em diante o único caminho era acreditar que tudo aquilo iria dar certo, porque eles queriam ser felizes para sempre.

Um comentário:

  1. oownt Amei faz o próximo com Louis :)
    Xx Karol

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar
Críticas construtivas são aceitas.
Não desrespeite as autoras do blog. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão excluídos.
Não peça para divulgar seu blog/página, existe uma página para isso aqui.
A comentário tem que ter relação com o assunto da postagem
Deixe o link do seu blog no final (sem o http) para retribuir a visita
Não aceito mais selos
Volte sempre ♥