Remember - Parte 1


(Leia escutando xxxxxxx)

Vida perfeita? Isso não existe, nem nunca existiu. Mas, por algum motivo desconhecido ela sentia que sua vida um dia havia sido perfeita, mas talvez nada seja perfeito, nada e nem ninguém. Quando a vida lhe trouxe pessoas boas ela tentou aproveitar elas ao máximo, antes que a vida as tirasse de novo dela, assim foi feito.  E só agora olhando para trás, ela percebe o quanto tempo foi perdido. O amor é um sentimento tão puro, mas as vezes é como um doce veneno com gosto de fel. Mas agora, depois de tudo que havia acontecido na semana anterior, ela havia conhecido o sofrimento que o mundo podia a proporcionar, talvez ela tivesse encontrado a derrota sem ele ali para a guiar, toda vez que ela deitava sua cabeça em seu travesseiro vinha em sua mente  as lembranças daquela sexta-feira escuro.

[Uma semana antes, sexta-feira 23:39PM Londres-Reino Unido...]

Era uma sexta-feira como todas as outras onde Niall levava Seunome para passear, o namoro do casal jovem parecia perfeito, vivia nos tabloides e dava inveja em qualquer um. Niall se declarava um rapaz apaixonado pela garota, cantava para ela em seus shows e escrevia músicas pensando nela, a garota que havia feito seu mundo melhor.  Tinha se conhecido por simples obra do destino e continuado até hoje juntos, eles haviam ensinado muitas coisas um ao outro. Naquela noite haviam saído para um passeio comum por Londres, andava calmas e até muito silenciosas, até que de repente o inesperado aconteceu, de algum lugar ao qual nenhum dos dois teve tempo de ver um barulho estridente ecoou e logo ele estava sobre seus joelhos, não demorando muito a cair no chão, onde uma uma poça de sangue estava se criando. O caos havia tomado conta dela, o homem que ela tanto amava estava morrendo em seus braços.

-Niall, por Deus, não me abandone, fique forte -ela disse enquanto discava um número em seu celular- 

Seu coração estava disparado, seu cérebro estava a mil, ela deveria ser adulta como aprendeu, mas aquele momento não permitia. O desespero havia tomado conta dela.

-A ambulância já está vindo Niall, calma -ela dizia isso mais para ela mesmo do que para ele-
-Seunome -ele disse baixo- Eu sei que dessa não passo e não sei quem fez isso, mas eu quero que você saiba, que te amo. Enxugue suas lágrimas, meu amor por você não é pouco, eu queria muito cuidar de você pra sempre, mas como você  diz o destino brinca com a gente sempre meu amor... -ele disse fechando seus olhos devagar-
-Eu te amo -e aquela havia sido a última conversa deles-

[Dois anos atrás 23:29PM Paris-França]

-Não Niall, eu não vou sair daqui agora que meus pés estão quentes, vá você apagar a luz.
-É sua noite Seunome, vá lá -ele ria e ela bufou, levantou e foi-
-AI -resmungou porque havia batido seu dedidinho mindinho no pé da cama enquanto voltava após a luz já estar apagada- 
-Oque foi amor?
-Bati meu dedinho, merda.
-Ta doendo?
-Não Niall, tá fazendo carinho -ela riu e foi se deitar com ele roçando seu pé gelado no dele-
-Seunome! -ele estremeceu- 
-Isso é pra você aprender a ser cavalheiro e ir apagar a luz pra sua namorada -os dois caíram no riso aquela noite, e embaixo daqueles lençóis se amaram, se amaram intensamente-

[Sete meses atrás, 4:39PM Londres-Reino Unido]

Seunome fazia seus trabalhos da faculdade quando seu celular mais uma vez apitou, mensagem de voz, Niall novamente. Foi quase impossível não sorrir de imediato. Após isso abriu a mensagem e levou o celular ao ouvido.

-Ei amor, sou eu. Só queria ligar para dizer que eu te amo muito, muito, muito, muito. Só queria que você soubesse que você é minha princesa e que você é digna de todo o amor do mundo. Você é o amor da minha vida, não se esqueça disso.

[Dias atuais... 2:30AM Londres-Reino Unido]

Como conviver com essas lembranças? Nem o mais forte dos calmantes faria que Seunome conseguisse dormir essa noite, porém no fundo ela também não queria dormir. Sabia que no fundo do seu inconsciente Niall voltaria pra ela, mas quando acordasse, tudo não passaria de mais um sonho, apenas um sonho... Ela não queria o ter apenas em sonho, então preferia, que sua imagem não o perturbasse.
Agora tudo que ela tinha eram lembranças, o dinheiro não podia comprar o tempo. Aquela última semana havia sido a pior, ela nunca havia se sentido tão abatida como agora e tudo que podia fazer, era lembrar.

--------------------------------------------------------------------------------------
Olha quem tá de volta HUHDHUDH DUDAAAA. Sim sou muito animada para alguém que está doente UHAHUASS enfim, o que acharam? Mereço comentários? Então meus amores, já deu pra perceber que eu sou o drama em pessoa né?  
Esses dias tive uma ideia, que tal um grupo de whats com as leitoras? Enfim, quem quiser deixa seu número nos coments, beijo amores <3

4 comentários:

  1. Q perfeito !!!! Eu amei !! Cara pq vcs matam eles ? É muuuito triste :(
    E infelizmente eu ñ yenho.um whats pq meu celular é daqueles meio antigo q ñ tem essas coisas
    mas enfim eu amei remenber continuee!!
    Malikisses

    ResponderExcluir
  2. Nossa vei, que deprimente, isso da vontade de shorar, mas apesar de tudo ficou lindo!

    ResponderExcluir
  3. Oi eu sou directioner a mais ou menos um mês e adoraria fazer parte desse tal grupo do whats 044 9725 0232

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar
Críticas construtivas são aceitas.
Não desrespeite as autoras do blog. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão excluídos.
Não peça para divulgar seu blog/página, existe uma página para isso aqui.
A comentário tem que ter relação com o assunto da postagem
Deixe o link do seu blog no final (sem o http) para retribuir a visita
Não aceito mais selos
Volte sempre ♥