Apparently - Capítulo Quarenta e Um - Vérsias e controvérsias da vida


- Claire On -

- Zayn.. Zayn, cadê você? - sussurrava, tentei tatear pelo escuro, mas não encontrava nada - Zayn...

Zayn: Estou aqui! - surgiu atrás de mim, entre as estantes me abraçando.

Claire: Que susto - ri. Segurei seu rosto entre minhas mãos e o beijei.

Zayn: Que saudade.

Claire: Nos vimos no jantar, amor.

Zayn: Jantamos?

Claire: Sim - respondi rindo nasalmente (Autora: nem sei se essa palavra existe).

Zayn: Não me lembro disso, vamos ter que comer de novo - disse malicioso.

Claire: Você quer comer o quê? - digo entrando no jogo.

Zayn: Ainda estou em dúvida - passou sua mão pelas minhas coxas e bumbum - mas precisamos encontrar um lugar mais legal para comer não acha?

Claire: Aqui já está bom.

Zayn: Na verdade princesa, vamos para um lugar mais limpo e fora dessa escola.

Me puxou para fora da despensa e seguimos em silêncio na direção do muro por trás da escola.

- Você On -

Observava o livro Alice no País das Maravilhas novamente, deitada no colo do Harry no chão da biblioteca. Ele não parava de me observar.

Harry: O que foi princesa? - eu recebia um cafuné maravilhoso.

Você: Não é nada - larguei o livro e virei em direção a sua barriga, ele estava sentado.

Harry: O que eu posso fazer pra te alegrar? - neguei com a cabeça, me sentia cansada - Me diz - neguei novamente.

Olhei para o seu rosto e fiz biquinho, então fui selada. Como estávamos encostados na parede logo atrás da última estante, seria bem difícil alguém nos pegar naquele lugar enorme. Puxei sua nuca em direção a mim, para iniciarmos outro beijo, mas lembrei que ele estava sentado e provavelmente com dor na coluna.

Você: Deita aqui, amor.

Harry: Adoro quando você me chama de "amor" - disse sorrindo. Se deitou ao meu lado e ficamos nos pegando, alguns amassos fortes, devo admitir.

- Zayn On -

O plano era tirá-la do colégio e a levar para um jantar em um lugar chique, mesmo que não estivéssemos vestidos de acordo. Era em comemoração ao nosso namoro e espero que a (S/N) não conte pra ela, mas gastei nessa reserva todas as minhas economias (Autora: de burro, devo admitir).

Estávamos andando e chegamos em frente ao restaurante, ela ficou parada o observando pela vitrine. Tapei seus olhos e ela não gostou, mas se manteve quieta, girei a mesma para desnorteá-la e assim entramos no restaurante. Então ela começou a apertar minhas mãos.

Zayn: Calma mulher! Sei o que estou fazendo.

Olhei para a recepcionista que estava desconfiada e falei meu nome, então ela nos encaminhou, quando adentramos ao salão, tirei as mãos de seus olhos e teve a melhor reação do mundo: ficou surpresa.

- Você On -

Harry: Tchau, princesa - me selou mais uma vez.

Você: Boa noite - sorri e acenei, já um pouco distante.

Ainda consegui o ver caminhar entre os corredores, quando me virei vi Niall andando em minha direção, desatento com o mundo mas atento ao seu livro. Sorri vendo sua expressão facial e esperei que passasse por mim despercebido.

Você: Oi - digo rindo e ele se assusta - parecia concentrado... - negou com o cabeça, chato - podemos conversar?

Niall: Sobre o que quer conversar?

Vocês: Sobre nós, quero te pedir desculpas e te falar o que estou sentindo.

Niall: A única coisa que eu aceito sua agora são aulas de química, se bem que a Els fez questão de me dar aulas particulares. Sabia que ela conseguiu entrar na turma avançada? - disse com um sorriso de canto.

Você: Sabia sim. Porque eu também estou nessa turma, não sabia?

Niall: Não sabia que era inteligente assim.

"Sarcasmo em pessoa esse garoto".

Você: Pois é né, quem estava pedindo ajuda em química era quem mesmo? Ah, você!

Niall: Não preciso mais. Posso até te mostrar que estou bem melhor do que você.

Você: Quem está na turma avançada de química mesmo?

Niall: Isso não prova muita coisa.

Você: O bastante pra você saber que eu sei mais - levantei minhas sobrancelhas em sinal de provocação.

Niall: Nos vemos no teste então. Estarei nessa aula idiota quando você menos esperar - apontou pra mim enquanto caminhava, por coincidência, Emma passava nesse momento e Niall a puxou pela cintura a dando um beijo. Sorriu malicioso para mim e continuaram seu caminho juntos, ele ainda massageava o bumbum dela.

- Claire On -

Zayn: A comida estava uma delícia não é?

Claire: Sim, satisfeito? - ele assentiu - e agora? O que fazemos?

Zayn: Acho que podemos ir para um lugar mais reservado - disse mordendo minha orelha.

Claire: O que acha de um motel?

Zayn: Minha princesa merece mais, já sei para onde ir - se levantou em um pulo e nos encaminhou.

- Você On -

Você: ESTÚPIDO - gritava com a cabeça no travesseiro.

Eleanor: Calma, (S/N).

Você: Calma? Aquele imbecil faz isso na minha frente e quer que eu fique calma? Eu amo aquele desgraçado! - sentia uma sensação absurda.

Me sentei na cama e a encarei pensando.

Você: Será que ele não sente nada mais por mim?

Eleanor: Não sei, amiga - ela alisava os meus cabelos.

Você: E se ele não me acha mais bonita? - segui em frente ao espelho.

Eleanor: A beleza interior é o que realmente importa, e amiga, pra mim você é linda por dentro e por fora - ela me abraçou, então ficamos em silêncio.

...

Ela foi embora logo em seguida me desejando bons sonhos, pois as luzes da escola já estavam apagadas há algum tempo. Minha garganta estava coçando e eu achava que dessa vez estava realmente pegando um resfriado, então me levantei atrás de alguma garrafa de água, mas todas estavam vazias. Como os bebedouros da escola já estavam desligados, eu deveria caminhar até o refeitório, e foi isso o que eu fiz.

Não sei porque, mas estava com medo de ficar lá sozinha. Nessas horas a escola sempre parece bem maior do que já é, o que causa um pouco de pânico nos medrosos. Entrei na total escuridão e senti a presença de alguém, cambaleei até o interruptor de algumas lâmpadas e as liguei.

Você: Mas que merda é essa? - digo surpresa.

- Zayn On -

Ganhei minha noite pois a surpreendi duas vezes, e ver o seu sorriso foi contagiante. Entramos naquela antiga cabana onde passamos bons momentos. Eu tirei a sorte grande por ainda ter a chave, a cabana não estava nas suas melhores condições, mas entramos mesmo assim. Nos encaramos enquanto tirávamos nossos casacos e passamos a tirar nossas roupas, nós ríamos pois a cabana não tinha aquecimento, só lareira, então assim que ficamos nus pulamos na cama.

Fiquei por cima dela e começamos a nos beijar, não seria a sua primeira vez pois ela a perdeu comigo nesse mesmo lugar. Então tudo teve um valor sentimental duas vezes mais forte desde os beijos até os movimentos.

- Você On -

Harry: Não é nada - disse calmo, retirando a Donna do seu colo.

Você: Nada? Você acha que eu sou idiota? - minha garganta falhava, pela sede e momento.

Harry: Não, (S/N). Não é assim - eu já dava as costas - ei, espera!

Me agarrou pelo pulso enquanto eu controlava minha respiração, Donna ria bêbada.

Harry: Eu sinto muito você estar assim.

Você: Assim como? - eu dizia nervosa.

Harry: Eu pensava que nós seríamos só amigos, mas de repente comecei a sentir algo mais por você e tudo isso aconteceu. Eu pensava que estávamos ficando, quero dizer, não lembro de termos alguma coisa a mais. Aí comecei a ver o que estava acontecendo, de você estar comigo e com meu amigo então me vi num beco sem saída que eu não queria sair.

Você: Harry, por favor - suspirávamos.

Harry: A passagem se fechou e não vi mais como sair quando mudei de ideia.

Você: Então, de um certo modo você já queria se livrar de mim só não sabia como?

Harry: Só não queria te magoar.

Tínhamos expressões tristes, ele desabafou.

Você: Está saindo com a Donna? - apontei para ela, que estava séria.

Harry: Pra ser sincero já tem um tempo - encaixou suas mãos no bolso.

Você: É melhor eu ir.

Harry: Por favor, me perdoe - eu assenti, ele chegou mais perto e me deu um beijo longo na testa, então desceu para os meus lábios e os acariciou. Fez menção de me beijar, mas se afastou e logo voltou me dando um selinho demorado. Nos despedimos e eu caminhei triste.

- Zayn On -

Claire: Mais rápido, mais rápido. 

Ela gemia ao meu ouvido, estávamos quase lá, então chegamos ao ápice após algumas estocadas fortes. Relaxamos um ao lado do outro e percebi que meus pés estavam congelando mais do que o meu corpo, apesar do sexo. Mesmo cansado me levantei e me livrei da camisinha, me vesti e perguntei se ela iria descansar ou iria a procura de lenha comigo.

Aai minhas princesas a primeira temporada
está acabando! Nem parece que a fanfic já
tem mais de um ano(risos loucos)! :D
Queria agradecer as queridas que comentam
mesmo eu não respondendo ás vezes.
Muito obrigada meninas! Vocês são motivadoras!
Beijoos com todo o amor...

6 comentários:

  1. Muuito bom!!
    Continue!!
    Malikisses

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou continuar sim! Já estou terminando o capítulo :)

      Excluir
  2. Eu queria saber se você poderia divulgar meu blog na sua próxima postagem, eu criei ele a pouco tempo, pode fazer esse favor? Obrigado! http://imagines-4-directioners.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho que falar com a dona, mas temos uma página somente para isso! Vá em "Divulgue"...

      Excluir
  3. ficou divinamente divo kk amei continua por favor estou ansiosa xx maria

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar
Críticas construtivas são aceitas.
Não desrespeite as autoras do blog. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão excluídos.
Não peça para divulgar seu blog/página, existe uma página para isso aqui.
A comentário tem que ter relação com o assunto da postagem
Deixe o link do seu blog no final (sem o http) para retribuir a visita
Não aceito mais selos
Volte sempre ♥