Apparently - Capítulo Quarenta e Seis - Tudo tem um jeito


- Claire On -

Meu Deus.. que dia mais chato. Eu encarava a professora de geometria com mais do que tédio expressos. O que me agoniava ainda mais era a (S/N) demonstrar sua animação, ela olhava de canto para o Niall e sorria, hora ou outra se virava para mim e perguntava se eu estava entendendo o assunto.

- Tudo muito bem - sorri de uma maneira falsa e ela riu. Aff.

Você: E então, como vão os preparativos para as provas finais? - ela disse enquanto saíamos da sala, sua mão estava entrelaçada com a do amado, que sorria como um idiota.

Claire: Péssimos, preciso de ajuda em geometria. Socorro. Aquela professora é mais entediante do que a minha avó - revirei os olhos, já eles pareciam se divertir com o meu mau-humor.

Niall: Vão querer comer o quê hoje? Eu pago!

Claire: Mas a comida é grátis...

Niall: Por isso mesmo - rimos.

Claire: Vou atrás do Zayn, ele deve estar saindo da aula de artes... Tchau! - acenaram ao longe, eu estava correndo - Zayn?

Zayn: Babe - ele disse sorrindo de canto, enquanto tirava o seu protetor de olhos. Ele adorava marcenaria e grafitagem.

Veio até mim tirando o avental amarelo e me agarrando pela cintura, me deu um beijo estalado e conversamos sobre o futuro. Nossa, que romântico... Ironia modo on, sabe?

- Harry On -

- Cassie?

Cassie: Hum? - ela respondeu ainda concentrada, entrou na escola mais cedo que o previsto e está se adaptando bem.

Harry: Ei... - eu mexia em seu cabelo solto, estava tentando fazer com que ela tirasse os olhos daquele livro - ei... - dei um beijo molhado em seu pescoço, ela nem se mexeu - aff, vou embora então.

Escutei sua gargalhada, ela rapidamente colocou sua mão na boca pois estávamos na biblioteca. Ela se levantou fechando o livro e caminhamos de mãos dadas até o refeitório. O pessoal olhava, Donna sorria sincera pra mim, embora tenhamos tido uma conversa chata.

- Flashback On -

Donna: Harry? Podemos conversar?

Harry: Claro.

Caminhamos até o corredor e me encostei na parede.

Donna: Você já deve saber que a Cassie está vindo pra cá, não sabe? - assenti - Bom, a primeira coisa que te peço é para não atrapalhar os estudos da garota. Os pais dela são muito rigorosos, mais do que aparentam, tem um futuro todo planejado pra ela e eles não curtem um cara que nem você.

Harry: Como eu? - levantei as sobrancelhas.

Donna: Sonho de consumo das meninas, comedor, tomador de porre, não liga pros estudos, etc - me olhou com tédio.

Harry: Eu ligo pros estudos sim...

Donna: Aé? E então por que nunca te vi fazendo uma lição de casa?

Harry: Sabe, Donna, você não pode chegar assim e querer mandar na minha vida. Tá com ciúmes da priminha por acaso? - ela se indignou.

Donna: Ciúmes de você nunca, você fez parte do meu passado e coisa velha eu não uso mais - o quê? - só vim tentar te alertar. Quem avisa amigo é - disse apontando o dedo na minha cara, então saiu.

- Flashback Off -

Dito e feito, fui jantar uma vez na casa dela e os pais dela desde que me viram passaram a me olhar com desdém, não permitiram nosso relacionamento e ainda me pediram para que eu me afastasse. Bom, não nos afastamos e toquei o foda-se, sei que são os pais da minha namorada.. mas não posso fazer nada se querem nos impedir de viver.

Harry: Eu te amo. Já te disse isso hoje? - beijei a ponta do seu nariz.

Cassie: Sim, príncipe.

- Cassie On -

- E o natal? Vai passar aonde? - perguntei.

Zayn: Não sei ainda - disse triste.

Claire: Amor, por que não vem passar o natal com a minha família?

Zayn: Melhor não - sorriu de canto - vocês vão ter o seu momento em família. Não quero atrapalhar isso.

Claire: Você podia passar com a sua família. Não quer encontrar sua mãe, Zayn?

Zayn: Tem muito tempo que não falo com ela. Você sabe que esse é o meu maior desejo. Não sei se mudaram de casa, de número de telefone...

Claire: Podemos encontrar Zayn - acariciei seu rosto.

Zayn: Talvez demore demais.

Claire: Você vai vir comigo, então. Não tem lugar pra ficar durante o verão, não vai pagar hotel, não tem dinheiro pra isso - ele subiu seu olhar - não, Zayn, você não vai voltar a aquela vida. Eu não deixo - cruzei os braços.

Ele veio até mim e me abraçou, começamos um beijo calmo quando ele me colocou sentada em cima da mesa de madeira da sala. Quando o clima ficou quente demais, percebi num susto:

- Podemos começar pela Donna!

ENTENDEDORAS ENTENDERÃO O POR QUE DE COMEÇAR COM A DONNA.

TÔ ESCREVENDO NO MAIÚSCULO POR QUE SIM.

FAÇAM PEDIDOS, SÓ TEM DOIS IMAGINES NA LISTA PRA EU FAZER.

DIGAM NOS COMENTS.

BEIJOOS GATONAS.

2 comentários:

  1. u.u demorei mais voltei e q capitulo foi esse ? ameiii bjs xx maria da graça

    ResponderExcluir
  2. u.u demorei mais voltei e q capitulo foi esse ? ameiii bjs xx maria da graça

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar
Críticas construtivas são aceitas.
Não desrespeite as autoras do blog. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão excluídos.
Não peça para divulgar seu blog/página, existe uma página para isso aqui.
A comentário tem que ter relação com o assunto da postagem
Deixe o link do seu blog no final (sem o http) para retribuir a visita
Não aceito mais selos
Volte sempre ♥